Fisiologia da voz

Músculos da Laringe

A musculatura intrínseca é responsável pela produção do som

A musculatura extrínseca realiza a sustentação e a fixação da laringe (esternotireóideos, tiro-hióideos, constritor inferior da faringe, supra-hióideos, infra-hióideos). Já a musculatura intrínseca é responsável pela produção do som propriamente dito como o músculo tireoaritenóideo, o cricoaritenóideo posterior e lateral, os aritenóideos e o cricotireóideo:

a) Músculo tireoaritenóideo (TA):

É um músculo que forma a principal massa das pregas vocais. Eles originam-se no ângulo da cartilagem tireóidea e a inserção localiza-se principalmente no processo vocal. O TA é adutor, tensor e relaxador, ou seja, ele abaixa, encurta e espessa as pregas vocais. Esse movimento de encurtar e abduzir as pregas vocais faz com que ocorra a diminuição das distâncias entre as cartilagens aritenóideas e tireóidea. Como consequência desse movimento, as pregas vocais tornam-se com um feixe mais largo que por sua vez reduzirá a frequência da voz, tornando a voz mais grave.

O tiroaritenóideo medial ou interno é correspondente ao músculo vocal (massa vibrante), chamado de vocalis, vocal ou tireovocal. Esse músculo apresenta suas fibras a partir do tireomuscular até mergulhar no ligamento vocal, inserindo-se no processo vocal. Esse músculo vibra sincronizado com a vibração da mucosa vocal.

O tireoaritenóideo lateral ou tiromuscular está inserido no processo muscular e possui fibras de contração rápida, com menor ação sobre as características da fonação. O feixe superior desse músculo possui algumas fibras que se direcionam para as pregas vestibulares, o que faz pensar que essas fibras participam da fonação vestibular.

Existe também o músculo tireoaritenóideo superior, que tem como função de relaxar as pregas vocais. Atualmente, sabe-se pouco sobre esse músculo. O que se tem conhecimento é que ele inclina a cartilagem tireóidea para trás com o objetivo de relaxar as pregas vocais, sendo que concomitantemente puxa o processo muscular para frente da cartilagem aritenóidea, favorecendo a coaptação glótica.

b) Cricoaritenóideo posterior (CAP):

É um músculo par e o único músculo abdutor (promove a abertura) da laringe, por isso é responsável pela respiração. É conhecido como o músculo da vida. No final da emissão vocal, ele abduz as pregas vocais promovendo a inspiração.

O CAP alonga, eleva e afila as pregas vocais, mantendo a borda livre arredondada. Ele auxilia no fechamento glótico, pois durante a contração desse músculo, ele desloca o processo muscular, abrindo as pregas vocais.

d) Cricotireóideo (CT):

O CT é um músculo par e é considerado um adutor secundário, pois realiza a tensão longitudinal da prega vocal, promovendo o controle de frequência. Ao contrair,a frequência se eleva, tornando o som mais agudo. Além do TA, o outro músculo que pode tensionar ou alongar diretamente as pregas vocais é o CT.

A distância entre a cartilagem tireóidea e os processos vocais aumenta para alongar as pregas vocais e posicioná-la para aumentar a tensão, que é fundamental para mudar a frequência.

Tem origem no arco da cartilagem cricóidea, na região anterior, já a inserção ocorre na borda inferior da cartilagem tireóidea. Esse músculo aduz na posição paramediana, abaixa, estira, alonga e afila a prega vocal. Enrijece as camadas e angula a borda livre da prega vocal.

c) Cricoaritenóideo lateral (CAL):

É um músculo par, que aduz, abaixa e alonga a prega vocal, afilando sua borda livre. É o principal músculo adutor e ao contrair desloca o processo muscular anteriormente, fechando a glote.

Ele aduz, abaixa e alonga as pregas vocais, com isso afila a borda livre, que fica mais arredondada tornando-as mais rígidas. É um músculo largo na forma de leque e tem origem na depressão rasa da face posterior da lâmina cricóidea enquanto que a inserção está no processo muscular da cartilagem aritenóidea.

e) Aritenóideos (AA):

Os músculos aritenóideos são divididos em duas partes: o feixe transverso e feixe oblíquo (mais superficial). Também pode ser chamado de interaritenóideo ou ari-aritenóideo.

O músculo aritenóideo oblíquo é o mais superficial e é formado por diversos fascículos que se originam na face posterior do processo muscular e na face póstero-lateral adjacente da cartilagem aritenóide contrária, formando a forma do “X”. As outras fibras musculares continuam em torno do ápice da cartilagem aritenóidea.

É responsável pela adução e aproximação das cartilagens aritenóideas, promovendo a compressão medial da glote e fechando a região posterior.

Membranas e Ligamentos da Laringe

As membranas e os ligamentos unem as cartilagens laríngeas às estruturas próximas. Os ligamentos intrínsecos ligam as cartilagens entre si ao passo que os ligamentos extrínsecos conectam o osso hióideo com as cartilagens tireóideas e a epligote, além da cartilagem cricóidea com os anéis traqueais.

As membranas laríngeas extrínsecas são a membrana e o ligamento tiro-hióideos, o ligamento hioepiglótico e a membrana cricotraqueal.

A membrana que ocupa o espaço entre o osso hióideo e a margem superior da cartilagem tiro-hióidea, também é conhecida por ligamento tiro-hióideo média e no espaço posterior, entre os cornos tireóideos superiores e o osso hióideo, a membrana é denominada de ligamento tiro-hióideo lateral.

O ligamento hioepiglótico liga o osso hióideo na cartilagem epiglote; a membrana cricotraqueal une a margem da cartilagem cricóidea com a margem superior do primeiro anel traqueal.

As membranas e ligamentos laríngeos intrínsecos são a membrana cricovocal (cone elástico), ligamento cricotireóideo medial, membranas quadrangulares e as pregas ariepiglóticas.

O ligamento cricovocal ou cone elástico conecta as cartilagem cricóidea, as tireóideas e as aritenóideas entre si. Já o cricotireóideo medial é uma estrutura mediana que une a margem superior do arco cricóideo até a margem inferior da cartilagem tireóideo.

As membranas quadrangulares saem das margens laterais da epiglote e da cartilagem tireóide adjacente. As pregas ariepiglóticas são as margens superiores das membranas quadrangulares e possui um tecido submucoso, que formam as pregas ariepiglóticas, elas formam um esfíncter que permite o fechamento da laringe durante a deglutição e para proteger as vias aéreas inferiores.

 

As pregas vestibulares também são conhecidas como falsas pregas e estão localizadas na região supraglótica. As pregas vestibulares são duas dobras de tecidos e não participam efetivamente do processo fonatório nas circunstâncias normais. No entanto, em sujeitos com fonação vestibular (participação das pregas vestibulares na fonação) ou hipercinesia das pregas vestibulares, a voz encontra-se rouca.

Wilson Fanini Lima Neves

Iniciou seus estudos musicais com a professora Sueli carvalho de Sousa. Fez o curso Técnico em Música pelo (STBSB) Faculdade Batista do Rio de Janeiro, Técnico em Canto Lírico pela Escola de Música Villa Lobos, Bacharelado em Música Sacra com especialização em Canto pela Faculdade Batista do Rio de Janeiro e atualmente é Bacharelando em Fonoaudiologia pela Universidade Veiga de Almeida.

1.441 comentário

Clique aqui para enviar um comentário

  • the companionship that the major on possess severe, mammary-threatening side. buy viagra online the competitiveness to which as a confess it has frantically.

  • Greetings! This is my 1st comment here so I just wanted to give a quick
    shout out and tell you I really enjoy reading through your
    blog posts. Can you suggest any other blogs/websites/forums that deal with the same subjects?
    Many thanks!

  • Hello, i think that i noticed you visited my weblog thus i came to return the desire?.I am trying to in finding things
    to improve my web site!I guess its good enough to make use of some of your ideas!!

  • You made some decent factors there. I looked on the internet for the problem and found most individuals will go along with together with your website.

  • As a Newbie, I am permanently searching online for articles that can be of assistance to me. Thank you

  • There is noticeably a lot to realize about this. I consider you made some good points in features also.

  • I as well as my guys were actually digesting the good ideas from your web site then at once I had a terrible feeling I never expressed respect to you for those secrets. The men ended up for that reason warmed to read them and have really been enjoying them. Appreciation for actually being quite kind as well as for making a decision on certain amazing subject matter most people are really wanting to be informed on. My sincere regret for not expressing gratitude to you earlier.

  • Thank you for the auspicious writeup. It in fact was a amusement account it. Look advanced to far added agreeable from you! By the way, how can we communicate?

  • I loved as much as you’ll receive carried out right here. The sketch is tasteful, your authored material stylish. nonetheless, you command get bought an impatience over that you wish be delivering the following. unwell unquestionably come more formerly again since exactly the same nearly very often inside case you shield this increase.

  • you are actually a good webmaster. The website loading velocity is amazing. It seems that you are doing any distinctive trick. In addition, The contents are masterpiece. you’ve done a excellent process on this subject!

Aprenda a cantar!
Converse conosco
Aqui você aceita os termos e políticas do whatsapp para conversas.